e depois do agora

banana-800

Agora não. Hoje não. Não é o momento.

Diria que não são só frases, são sentenças de que a vida nesse momento não será do jeito que você gostaria que fosse.

Já li livros, terapeutas já me disseram, a sabedoria popular esta aí para isso: tudo o que você tem de mais concreto é o agora. Se a sua cabeça só esta sintonizada no que já aconteceu, ou você só pensa em como será seu futuro… a chance de você dar uma “leve” (ou pesada) pirada é bem grande.

Tenho feito (pelo menos tentado fazer) o exercício do “Neste momento”, …que é observar o que está acontecendo ao redor exatamente “neste momento”: meus olhos estão fechados, ouço o barulho dos carros na rua, não sinto frio, minha respiração está calma, alguém está rindo, um cachorro late…. e por aí vai até “zerar”.

Isso teria que me dar paz, ou pelo menos acalmar minha mente, mas nunca me senti tão acelerada. Mas é um acelerado maluco, que manda o coração bater a 200 p/m, mas não dá o ânimo que eu preciso de manhã para ir na aula da Yoga por exemplo. É como se eu estivesse cheia de “combustível”, mas falta aquela “faísca”.

Chega um momento que tudo o que você quer é ficar bem, se falarem que dá resultado tomar banho de ponta cabeça, tenha certeza que eu vou fazer. A verdade é que eu ando assim, ansiosa pelo próximo minuto o tempo todo, para que ele seja melhor do que esse (o agora), para que ele traga uma boa notícia. O agora não anda suficiente para mim, exatamente porque AGORA NÃO!

Conviver com o não é onde chegamos mais perto de “ser humano” eu acho. É onde você percebe como é pequeno perante a vida, como o querer não é poder quando envolve a vida de mais pessoas e o quanto ser paciente seria minha melhor qualidade …se claro, no caso “eu” tivesse (acho que não passei na “fila”).

Se você tem duas certezas na vida, o AGORA, e o NÃO… faça como eu: saia e vá comprar um bolo de banana. Você pode ser confundida e parada na rua por um cara que tinha certeza que trabalhou com você (cômico), descobrir uma loja nova de bicicleta (tá na hora de desenferrujar), ver que desviar um pouco do caminho de sempre faz você encontrar novos lugares para almoçar…

O caminho para qualquer coisa sempre tem lá suas vantagens, por isso ficar parada não é opção quando você tem um NÃO.  =]

 

Ouvindo: No One Knows – Queens Of The Stone Age

Anúncios

=]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s