Casa Claudia (e mais um impresso morre)

CC650_CAPA_BANCAS

A verdade é que essa revista me acompanhou desde muito pequena e fez de certa forma parte da realização de três sonhos.

O primeiro foi aos 6/7 anos, quando morávamos de aluguel e meus pais compravam a revista todo mês, lembro certinho de ter pilhas da revista na sala de nossa casa alugada, enquanto eles contruiam o sonho da casa própria. Acho que foi um pouco culpa da publicação termos uma casa com mais de 300m2, chão de madeira, varanda, uma cozinha gigante de marcenaria, uma suite principal com banheira e mais todos os outros etcs que as páginas fizeram eles viajarem. Foi ali que escolhi o lustre do meu quarto, numa das páginas.

A segunda vez que a revista fez parte do meu sonho foi me tornar Abriliana, não trabalhei na Casa Claudia, mas era vizinha na Arquitetura e Construção, e fazia parte daquele núcleo que respirava beleza, e naquele momento o assunto decoração já estava na minha veia porque ser diretora de arte não está só no papel, nas páginas da web, ou em outra media… esta no olhar que você de como você o mundo.

Bem, meu terceiro momento com essas páginas inspiradoras de papel foi quando eu estava materializando meu 12B. Confesso que não comprava todos os meses (como meus pais), afinal muito do 12B está lá do Pinterest, da minha cabeça, das minhas viagens, das minhas histórias, dos meus desejos, mas algumas ideias vieram inspiradas também naquelas páginas mágicas, que agora não passaram mais pelos rolos de impressão.

Anúncios

=]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s