20131126-130126.jpg

sei que esse livro não é novidade, mas acabei de ler hoje, e a vontade q dá é já receber amigos no 12B (e as obras só começam em janeiro)! Essa é uma leitura “emprestada” (tks Amália), mas já vou atrás para garantir meu exemplar (e vai ficar na cozinha!)

emprego = trabalho ?

Acredito que muita gente já ouviu o provérbio italiano “Quem faz o que gosta, nunca vai trabalhar na vida”. Eu tive sorte de acertar na minha escolha, mas confesso que mexer com criação, faz você querer ir sempre além.

Por exemplo: não basta criar layouts para impresso (uma paixão), tbém quero criar novos pratos na cozinha!… Outro: é tão bacana fazer publicações para iPad, mas que tal produzir algum tipo de vídeo e projetar em algum muro?

A cabeça fervilha mesmo. E essa inquietação sempre esta presente, e acho que é isso que me faz pensar NÃO em ir outro caminho, mas em ter mais caminhos ainda para seguir simultaneamente… (haja planejamento…rs)

E sinceramente, o livro “Como encontrar o trabalho da sua vida”, de Roman Krznaric (Ed. Objetiva), que faz parte da coleção THE SCHOOL OF LIFE, foi uma leitura super certeira nesse meu momento de vida. E muita coisa que eu pensava estava ali, por isso me identifiquei muitooo!

Entenda que não é um guia de como “arrumar o emprego da sua vida”, mas sim te dar uns toques de “como descobrir o trabalho que vai te fazer feliz p o resto da vida”, que…

… pensando bem, acho que essa “descoberta” pode mudar ao longo dos anos, acredito que não seja tãããooo definitivo, afinal somos mutantes… nossas experiências vão moldando/mudando a gente, nénão?

Imagem

#lido

O Homem tatuado!


Da minha superlimpeza de umas semanas atrás…. achei alguns livros que tinham sido completamente esquecidos dentro de estantes. Dessa leva, acabei de ler O homem tatuado. Aqui no Brasil o título foi traduzido com Uma sombra passou por aqui mas depois de ler o livro é óbvio que deviam ter mantido o título original. Bem o livro é uma ficção científica composta por vários contos, escrito e publicado na década de 50, ou seja, em plena Guerra Fria, e é por isso a constante citação sobre guerras atômicas, a fixação por Marte (e outros planetas), e é interessante ler como um homem dessa época imaginava como seriam homens e mulheres, meninos e meninas do ano 2000!

P.S. – virou filme em 1969.

:: Uma Sombra passou por aqui (The Ilustrated man). Ray Bradbury, 1951. São Paulo: Editora Edibolso, 1976.