Joyful Girl – Soulive

Hoje eu não sabia o que ouvir…. e que bom quando a cabeça não está “atormentada” por aquela música grude (que é diferente de uma música TOC).

Nesses dias eu não recorro a nenhuma playlist, quero mais possibilidades… mas nessa manhã eu não queria sair do meu “mundinho” e selecionei aquela pasta geralzona com todas as músicas e deixei no shuffle para dar aquela surpreendida (admito que sou o tipo de pessoa que vai colocando para frente até achar uma coisa que eu goste… coisas de Juliana).

Eis que “dei de cara” com essa música aqui… e pensei “caramba, que delicinha”, eu realmente não lembrava dela, foi como ouvir pela primeira vez.

Na verdade a versão que eu não consigo parar de ouvir esse é um cover de uma música da Ani DiFranco (essa aqui de baixo)

Confesso que a versão original me deixa um pouco sem energia… em contraponto a essa versão do Soulive, com essa pegadinha jazz que já “criou” todo um cenário aqui dentro da minha cabeça.

(Se você ainda não clicou no link lá em cima, tá aqui para você, mas já aviso, esse “vídeo” é só um áudio)

Então eu acho que a melhor hora do dia para ouvir essa musiqueta é naquele finalzinho de tarde, pertinho do pôr do sol… ouviria numa praia… beberia um espumante sim (não importa a marca), bateria uma brisinha mais geladinha, ficaria olhando para aquelas últimas luzes do dia refletindo no mar e me sentiria livre para dançar (o ideal seria uma praia deserta ou quase né?)… e a dança pode ser “um corpo levado pelo vento” ou pode ser um “abraço” daqueles que você move os corpos juntinhos… só um pouquinho… num ritmo que mistura as batidas da música com a levada de duas respirações juntas se coordenando.

03 – ??/??/????

 

Crazy Mary – Pearl Jam

Uma das bandas que eu ouço praticamente todo dia é Pearl Jam. Essa é uma das músicas que já passei dias ouvindo direto no repeat. Uma lembrança desses momentos TOCs de Crazy Mary é quando eu estava freelando na Ed. Abril e ia trabalhar de trem. Acredite, mas só com 20 e tantos anos de idade eu fui andar pela primeira vez de trem, e fui trabalhar no lugar que era o meu sonho de estudante de Produção Editorial de uns bons anos atrás.

Sobre trens, aprendi que além do tempo de espera ser bem maior que do metrô, toda a “atmosfera” era bem diferente também. Nem melhor, nem pior… apenas as mesmas coisas que se misturavam de forma diferente ali. Essa foi uma época para mim de sair do buraco, de realizar sonhos e agradecer por cada coisa que eu tinha.

??/??/????

Eu sempre pensei tanto… que conversar sozinha não é uma novidade. Às vezes estou conversando com alguém, e nesses tempos de menos vozes e mais “digitadas”, antes que a outra pessoa resolva responder… eu já dei pergunta e resposta.

Numa dessas conversas semi-solitárias/semi-com-alguém lembrei de um “projeto” (se é que eu posso chamar de projeto) meio antiguinho.

Sempre gostei muito de música e pensava que no dia que eu fosse embora gostaria de ter uma playlist tocando na minha despedida para virar árvore (seja velório, seja virar cinzas… ainda não decidi – ou decidam por mim porque eu sou de gêmeos).

Aqui no meu spotify querido já estou colocando as músicas na minha lista ??/??/???? (eu realmente não consegui dar um nome decente para essa playlist) e no blog vou colocando na tag ??_??_?? … assim fica fácil para localizar tudo por aqui também se precisar.

E estava eu aqui perdida nas minhas músicas e dei de ouvidos com uma que virou minha música TOC nos últimos minutos… só por isso será a primeira a ser registrada na tag, nada demais.

 

My Time Will Come – Andre Williams

Musiquinha (TOC) do dia

 

Plutão Já Foi Planeta – Viagem Perdida

 

Você confia à fumaça
A ida da memória má
Você confia ao copo
O esquecimento do que sempre será tormento

Você confia à leitura
A distração
Mas as palavras são apenas para os olhos
A atenção

Você quer ir embora de você
Como se você não lhe fosse
Todos os destinos possíveis

A ida é sempre volta
A volta, sempre ida
É melhor que fique
É viagem perdida

Aqui, na gente
Ficar em casa é viajar
Aqui e sempre
É lar, é lá

Você quer ir embora de você
Como se você não lhe fosse
Todos os destinos possíveis

Você não sabe o que é se perder
E não encontra uma saída
Para um destino possível

 

Música TOC de hj!

Estou eu lá no twitter e vejo uma música q a Madá postou no blip, e ao primeiro “contato” já sabia que seria minha próxima música TOC. Agora estou num momento “quero contaminar todo mundo”.

:: Crystal Castles – Vanished

::

Duffy – Música Toc

Adoro praia… sol… mar…, mas tenho que confessar que acho um charme esse friozinho. Na verdade gosto muito dele, porque existem coisas bem específicas que vc só faz qdo está frio: achar o máximo ficar em casa ficar vendo um dvd no sofá com cobertor, pensar em vinho/lareira/companhia, tirar do armário sobretudos e botas, “matar” a aula na academia com a desculpa que é perigoso ficar doente pq está muito frio, dormir com todos os edredons e cobertores de casa… ufa, a lista é gigante! E é claro que a trilha sonora muda. Hoje ouvi pela primeira vez o cd “Rockeferry”, da Duffy. Muitos a comparam a Amy Winehouse. O som é totalmente retrô, com aquela pitada densa de soul. Delicinha o cd inteiro, mas eu já elegi minhas duas músicas preferidas Syrup & Honey e Sleeping Stone (mas com certeza quero ouvir um pouquinho mais, pois sem dúvida essa lista vai aumentar).

Nesse link mais algumas musiquetas da cantora.

:: Sleeping Stone – Duffy

:: Bem mais um vídeo do youtube para clicar e deixar rolando enquanto faz outra coisa.

I wanna be free


Ultimamente tenho pensado demais nessa coisa de liberdade, e cheguei a algumas conclusões que não posto aqui como “verdades”, mas simplesmente como “my way”, a forma como vou continuar levando a vida, e que tem funcionado muito bem pra mim. Acredito que liberdade não é simplesmente “ir e vir” a hora que quiser, não precisar dar satisfação para alguém, acho que ser livre pra valer é conseguir enxergar o que não faz bem pra você, e dessa forma conseguir que sentimentos, pessoas, lugares… que te fazem mal sejam excluídos da sua vida, e mais importante que essa exclusão venha de uma decisão sua.
Dessa forma o “caminho” fica livre para só vivermos e sentirmos coisas boas, conhecer pessoas que façam o momento valer a pena e ver lugares que façam você ter vontade de agradecer só por estar ali.

Hoje estou com uma música TOC, não encontrei no youtube, but.. achei um link que você pode ouvir.

:: The Reason Is – The Beautiful Girls ::
::